Open Banking

Open Banking

Na onda do PIX e de outras inovações bancárias, o Banco Central do Brasil iniciou em Fevereiro/21 a implantação do Open Banking - uma série de medidas que irão trazer inúmeros benefícios para o cliente final do setor bancário. As implementações devem estar completas no final do ano. Vamos saber um pouco mais sobre isso.

Open Banking ou Gestão Bancária aberta

Adaptando ao Português, se baseia na ideia de que todos os bancos precisam compartilhar de uma estrutura tecnológica (APIs) de forma igual e padronizada, o objeto é permitir que os usuários, os correntistas, tenham acesso livre a seus dados e a sua forma de uso destes da forma que desejarem, incluindo aí a capacidade de compartilhar estes com outras instituições.

É interessante frisar neste ponto, a possibilidade do compartilhamento de dados, pois este será o gatilho para a oferta e surgimento de novos produtos e serviços bancários, principalmente com as FinTecs, e as StartUps do setor bancário, que poderão usar destes dados de correntistas para suas inovações e aplicações.

Na prática, uma Fintec de investimentos poderá, por exemplo, ter acesso a todo seu extrato de movimentações bancárias de seu banco, de todos os anos, e assim utilizar de IA para sugerir o seu perfil de risco e melhores investimentos para o seu perfil, tudo através das APIs do Open Banking.

Cronograma

Sobre o cronograma, que se estende sobre todo ano de 2021, temos 4 fases que são marcos importantes na implementação.

Fase 1: Com início em 01/02, nesta fase foram abertos os dados das instituições participantes, seus canais de atendimento e os produtos e serviços que oferecem – como as contas e as operações de crédito, porém essa fase ainda não envolve o compartilhamento de dados dos clientes com outras instituições.

Fase 2: Esta fase começa no dia 15/07, nela o cliente poderá então compartilhar seus dados pessoais com outros: nome, cpf, telefone, endereço, etc... e dados das transações de sua conta bancária, importante destacar aqui que o compartilhamento só é possível mediante a autorização e confirmação do correntista.

Fase 3: Nessa etapa o início está previsto para o dia 30/08, nesta fase será possível inclusive iniciar um pagamento fora do ambiente do banco. Os clientes poderão compartilhar o histórico de informações financeiras e terão acesso a serviços como pagamentos e propostas de crédito por um aplicativo de mensagem, por exemplo.

Fase 4: A última fase terá início em 15/12, nela será possível o compartilhamento de outros dados de produtos e serviços, como informações relacionadas a operações de câmbio, investimentos, seguros e previdência.

Empresas de Tecnologia que souberem se beneficiar das APIs do Open Banking poderão ter uma nova gama de produtos e serviços a oferecer a seus clientes em seu portfólio, muitas novidades devem rolar até Dezembro/21, fiquem atentos!

Saiba mais sobre a MBM Solutions

A MBM foi fundada em 2001 e é uma empresa dedicada a oferecer soluções na área de sistemas para gestão empresarial.

Clique aqui e veja o que dizem da MBM Solutions.

Com sede própria com 1600m² de área construída visando o sucesso de cada cliente. Contamos com mais de 4000 usuários, e um time de profissionais altamente qualificados.

Atuamos em mais de 8 estados e em empresas com matriz em mais de 10 países.

Fale agora com um de nossos consultores CLIQUE AQUI

E ganhe tempo, agilidade, facilidade e precisão nos processos da sua empresa

Autor: Willian Soares