O que são NFTs e porque movimenta milhões

O que são NFTs e porque movimenta milhões

Os "Non fungibles Tokens" traduzido para o português como "tokens não fungíveis'', são ativos não tangíveis (termo que se refere a elementos que não podem ser tocados).

Um carro ou uma camisa, por exemplo, são tangíveis, enquanto um plano de negócios, embora possa ser documentado, tem existência incorpórea e não fungíveis por não possuírem valor fixo estimado, vão desde imagens, vídeos ou até mesmo áudios que você pode ter posse registrada através de blockchain.

O termo NFT começou a ter uma grande visibilidade tendo um aumento exponencial e se tornando uma das principais buscas no Google após grandes transações através de criptomoedas. Essas imagens podem ser baixadas (Salvar como) ou através de print, MAS veremos o porque essa ação não seria legal. Então, por que surgiu tanto interesse em adquirir esses ativos? Será loucura?

Como adquirir uma NFT?

Existem sites onde os artistas fazem upload de suas artes e colocam à disposição para venda, como a Opensea ou Binance NFT, Mintable, entre outras.

Nessas páginas você pode conhecer artistas pouco afamados vendendo suas artes através de transações por criptomoedas como Ethereum (ETH) ou WETH, essas operações podem chegar a valores convertidos de US$10 a US$100 dólares.

Já os artistas mais famosos, que tem um “hype” em suas obras digitais podem vender suas criações de US$500.00 a milhares de dólares. Claro, assim como a arte tradicional, o valor está na especulação dos próprios criadores e comerciantes, o que torna as obras virtuais da BAYC (Bored Ape Yacht, valiosas por exemplo. É um conceito subjetivo, resumido em três pontos: a visibilidade de celebridades, força da comunidade e utilidade para os membros.

Bored Ape Yacht

Recentemente o Neymar Jr. Fez uma aquisição de um token de uma coleção muito famosa da “Bored Ape Yacht” desembolsando o valor de US$6,6 milhões, gerando muitos comentários no Twitter ao mudar a imagem do perfil de sua conta para um dos NFTs (tokens não fungíveis).

Hoje em dia os usuários do Twitter podem utilizar sua ferramenta paga o “Twitter Labs” para usuários assinantes do serviço Blue, que permite alterar as fotos de perfil para NFT, que são claramente distinguíveis das convencionais, aparecendo como hexágonos em vez de círculos, que é o padrão para o restante do aplicativo. Os usuários podem tocar nas imagens hexagonais para ver mais informações sobre as obras de arte digitais, apenas assinantes do Twitter Blue poderão fazer upload de fotos de perfil NFT.

Mas muitas pessoas se perguntam o porquê dessas imagens valerem tanto e qual será o uso disso para o futuro?

Entramos em uma área onde tudo beira a ser teórico e até mesmo especulativo, pois tudo vai depender de como vai ser o desenvolvimento do Metaverso e como as pessoas vão se adaptar e interagir com esse novo mundo.

Filme Free Guy
Imagem Filme Free Guy - https://www.themoviedb.org/

Hoje muito do nosso ciclo social se baseia em seguidores e amigos dentro e fora das redes sociais através de aplicativos como por exemplo, Instagram, WhatsApp e Facebook que se tornaram “Meta”, a nova marca é uma referência ao metaverso, o mundo dos espaços virtuais e avatares, segundo Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, a palavra Meta vem do grego "metá", que pode ser traduzida como "além" ou "em seguida”.

Primeiro precisamos esclarecer que NFTs não são apenas imagens, vamos ver alguns exemplos:

Artes Digitais

Hoje as coleções e artistas mais conhecidos são:

  • CryptoPunks com 821.232,31 de Ethereum negociados. US$ 2.132.828,85 de dólares na cotação atual.
  • Bored Aple Yacht com 380.715,98 de Ethereum negociados. O equivalente a US$988.757,85 de dólares na cotação atual.
  • Decentraland com 285.970,59 de Ethereum negociados. O equivalente a US$ 742.542,34 de dólares na cotação atual.

Itens de games - Skins


Moda Virtual, você pode comprar um tênis que muda de cor e até mesmo se mexe sozinho mas não será capaz de usá-lo. Quem compra NFTs de moda vai vestir avatares online. Nike fez um anúncio recentemente da compra da marca RTFKT Studio.

Bom.. agora que você entendeu os tipos de NFTs, vamos seguir com o porque da valorização dos conteúdos digitais e porque grandes empresas e executivos enxergam potencial nesses itens adquiridos online.

Imagina que você acaba adquirindo uma dessas imagens e futuramente no “Metaverso”, onde até mesmo será possível trabalhar e fazer reuniões através dos óculos VR, realidade virtual e aumentada, você enxergará um mundo completamente diferente ao seu redor, podendo acompanhar uma reunião onde seu chefe será um avatar em uma sala criada online e na parede desta sala de reunião estará essa NFT adquirida virtualmente, exposta como uma obra de arte.

Os executivos e os entusiastas fanáticos por tecnologia concordam que no futuro os usuários do Metaverso jogarão ou entrarão em espaços virtuais onde seus elementos NFTs se materializarão após a verificação de propriedade (associada à carteira) controlando através de blockchain.

Autenticação das NFTs com hash e blockchain

Hash é uma ferramenta que assegura a integridade de dados através da captura de dados binários (a mensagem) para produzir a representação do tamanho fixo denominada valor de hash ou message digest.

A ferramenta usa uma função criptográfica de hash para verificar e assegurar a integridade de dados. Também pode verificar a autenticação.

Cada vez que os dados são modificados ou alterados, o valor de hash também muda.

Uma função hash criptográfica tem as seguintes propriedades:

  • A entrada pode ser de qualquer comprimento.
  • A saída tem um comprimento fixo.
  • A função hash é unidirecional e não é reversível.

O blockchain é uma espécie de banco de dados que é disponibilizada de maneira descentralizada, é constituído por uma cadeia de blocos ordenada de maneira cronológica e suas informações são armazenadas com base em algoritmos criptográficos (hash).

Esta cadeia de blocos é formada da seguinte maneira: todas as informações transacionais e alterações que são executadas em um bloco passam por uma função criptográfica gerando um valor hash, este valor, por sua vez, é passado para o próximo bloco e fará parte das informações que serão utilizadas para o próximo valor hash gerado, e assim por diante. Sendo assim, qualquer alteração que seja feita em um bloco anterior resultará na mudança de toda a cadeia.

Vale lembrar que a blockchain utiliza uma rede ponto-a-ponto de computadores conectados, ou seja, não depende da centralização da informação, uma vez que qualquer máquina que esteja conectada nesta rede pode torná-la operante.

E você o que acha de tudo isso? Uma loucura, ou um futuro não tão distante?

Assista também o episódio completo falando sobre esse tema clicando abaixo 👇

Sobre a MBM Solutions

A MBM foi fundada em 2001 e é uma empresa dedicada a oferecer soluções na área de sistemas para gestão empresarial.

Clique aqui e veja o que dizem da MBM Solutions.

Com sede própria com 1600m² de área construída específica o sucesso de cada cliente. Contamos com mais de 4000 usuários, e um tempo de profissionais altamente qualificados.

Atuamos em mais de 8 estados e em empresas com matriz em mais de 10 países.

Fale agora com um de nossos consultores CLIQUE AQUI

E ganhe tempo, agilidade, facilidade e precisão nos processos da sua empresa

Autores: Tayller Camargo e Matheus Antonietto